7 de janeiro de 2012

06/01 - 11° DIA - Saindo de Arequipa - A separação

Depois que a Sônia e o Estélio revolveram o problema do Pen Drive e do netebook, tudo voltou às mil maravilhas. Observem que a Sônia já está sorrindo naturalmente, como sempre esteve durante toda a viagem. Saímos de Arequipa às 14h.

Estamos passando por mais um posto de pedágio. Observem que o Estélio não está com a calça de cordura.
O casal 20 na estrada.

Quando saímos de Arequipa, a estrada se revelou um total deserto, alternando entre trechos longos e muitas curvas. Caso tivessémos saído com chuva e neblina, com certeza teríamos tomada a decisão errada. Com certeza nos atrasamos. Mas em contrapartida, não houve sofrimento. Pelo contrário, tivemos a oportunidade de apreciar o belo cenário das estradas peruanas.




Aqui estavámos num entroncamento sem sinalização quanto ao destino das estrada. Nem precisa comentar o quanto estávamos perdidos, pois a consulta ao mapa diz tudo, ou seja, "onde estamos?, para que lado temos que ir?


Pelo mapa não foi possível saber qual caminho a ser seguido. Assim, restou o velho plano "b": perguntar para quem sabe. Esse caminhoneiro peruano, que é fã da seleção brasileira, foi quem nos deu a direção a ser seguida.


Cláudio, Sônia e Estélio na estrada, fotografados pelo caminhoneiro.

O momento da separação "física" desse grupo que se formou na estrada. Se podéssemos, com certeza continuaríamos juntos. Mas o destino nos uniu, neste momento,  apenas para esse trecho, deixando a certeza de outros trechos e longas estradas virão num futuro bem próximo.   


Nesse ponto da estrada, o Estélio e a Sônia subiram rumo a Camana, Ocana, Ática, Chalam, Nazca... e o Cláudio desceu rumo a Moquegua-PE, Tacna-PE e Arica-Chile.

"QUE DEUS ILUMINE NOSSOS CAMINHOS"

3 comentários:

  1. Luiz e Eliane Sorriso mt7 de janeiro de 2012 09:38

    Puxa deu até um nó na garganta este relato da separação na estrada pois vcs ja eram um grupo que Deus acompanhe a todos nas proximas aventuras que a estrada os espera..

    ResponderExcluir
  2. "Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós." Antoine de Saint-Exupéry

    Eis uma grande verdade!

    Abração,
    Roberto

    ResponderExcluir
  3. Claudinho, sem conhecer o Estélio e a Sônia já sinto que são nossos amigos. Espero que venham a Brasília nos visitar.
    Um abraço.
    Antonio Carlos (Cacá)

    ResponderExcluir